sexta-feira, 23 de abril de 2010

Renegando o passado!

Será que um dia não vou querer mais ser chamado de Jorbegin?

Tava lendo no blog "Meteoro Pop" que Courtney Love não quer mais ser chamada assim:

"A cantora Courtney Love, 45, líder da banda Hole, disse em entrevista à revista especializada em música "NME" que não quer mais ser chamada por seu nome artístico.
"Courtney Love morreu, esse nome me oprime", disse. Agora, a viúva de Kurt Cobain, do Nirvana, quer ser chamada por seu nome de batismo: Courtney Michelle." pelo site "Meteoro Pop".

Mas não é só a ex-Love que não quer mais ser lembrada como era. Recentemente Miley Cyrus passou um recado parecido:

"Sobre como se sente quanto à gravação da última temporada da série que a tornou famosa, Hannah Montanna, onde disse que após seu término, uma das perucas que usa será doada a um museu, para que os fãs possam vê-la de perto, e a outra:
“A segunda peruca será queimada ou destruída de alguma forma desse tipo. Eu não aguento mais. É muito para mim.” pelo site "QDNG".

Mas que coisa feia, garotas. As vezes não é um bom negócio não querer mais "ser" o que trouxe a fama pra vocês. Isso me faz lembrar do clipe da Geri Halliwell. , quem não lembra do fodástico e, digo mais, HISTÓRICO visu ruivo com mechas loiras no vestido com a bandeira do Reino Unido? E Geri, logo após deixar as Spice Girls, em seu primeiro clipe da música "Look At Me" do Schizophonic de 99, fez questão de incluir a cena onde "Ginger", como era conhecidíssima, fosse enterrada no video:


Geri faz um enorme sucesso até hoje. Fato. Mas os números não chegam aos das Spice Girls. Courtney melhor continuar "Love", hein meu! E Geri, dá uns conselhos pra Miley, galerê? uahuahuahuahuahuahuauhauha

Bju meu